Sensor detecta biomarcadores presentes no suor

O adesivo constituído por polímero 100% natural de nanocelulose microbiana capaz de manter monitoramento por longa duração foi desenvolvido por pesquisadores da USP de São Carlos em colaboração com a UNESP e Universidades de Araraquara e Campinas em parceria com o laboratório Nacional de Nanotecnologia (LNNano) em Campinas.

O objetivo do sensor é permitir detectar substancias presentes no suor como sódio, potássio, ácido úrico, ácido lático, glicose, entre outros. O adesivo tem formato retangular, medindo 1,5 cm de comprimento e 0,5 de largura com a espessura de um papel de seda.

Os pesquisadores ainda ressaltam que o dispositivo ainda poderia ser utilizado para detectar substancias poluentes no organismo pelo sensor estar conectado a um potenciostato medindo as partículas eletroquímicas por meio de variação da corrente elétrica. As informações coletadas por este sensor são transmitidas para um computador para serem interpretadas pelos pesquisadores.

Ainda, o estudo está sendo desenvolvido para futuramente, o adesivo poder ser utilizado para administração de medicamentos.

Fonte: Jornal da USP

Última modificação :

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content