Relacionamento terapêutico com criança no período perioperatório: utilização do brinquedo e da dramatização

Este estudo de caso têm o objetivo de analisar o relacionamento terapêutico desenvolvido entre aluna de enfermagem e uma criança de três anos durante o período perioperatório, utilizando o brinquedo e a dramatização para facilitar a explicação dos procedimentos e dos objetos do hospital para a criança.

O uso do brinquedo mostrou-se uma forma adequada para comunicar-se efetivamente com a criança, e para prepará-la para a intervenção cirúrgica, pois, através da dramatização, ela participou ativamente dos procedimentos, mostrando que compreendia e aceitava o que estava acontecendo, não apresentando em nenhum momento medo ou ansiedade diante do ambiente do hospital e dos procedimentos cirúrgicos.

Ao final do relacionamento, a mãe e a equipe cirúrgica avaliaram positivamente o preparo da criança para a cirurgia.

Referência: CASTRO, F. F. S.SADALA, M. L. A. ; Rocha, Eliana Mara . Relacionamento terapêutico com criança no período perioperatório: utilização do brinquedo e da dramatização. Revista da Escola de Enfermagem da USP (Impresso), v. 36, p. 58-65, 2002.

Acesse o artigo completo aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content