Guia em português para cuidados contra o câncer durante a pandemia

Especialistas da American Society of Clinical Oncology (ASCO) revisaram uma ampla gama de políticas e práticas adotadas por instituições oncológicas, entidades médicas e agências governamentais ao redor do mundo para a retomada segura do atendimento aos pacientes – e, por meio de uma parceria com a Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC), esse guia chega ao Brasil totalmente em português.

O relatório descreve medidas imediatas e de curto prazo que as clínicas oncológicas podem tomar para proteger a segurança dos pacientes e da equipe de saúde enquanto a resposta à pandemia continua. O objetivo, conta o documento, é que as orientações garantam mais confiança na determinação de quando e como retomar as operações habituais.

Para a presidente da SBOC, Dra. Clarissa Mathias, a publicação em português evidencia a relevância da parceria da entidade brasileira com a ASCO. “Essa ponte construída entre as comunidades da oncologia clínica do Brasil e dos Estados Unidos tem trazido uma série de benefícios mútuos, inclusive educacionais, evidenciados pelo interesse da ASCO em publicar em português do Brasil alguns de seus principais materiais – em especial, este guia para os tempos de pandemia, um desafio que ambos os países têm enfrentado com sérias dificuldades”, destaca.

Além da revisão narrativa das orientações científicas e de agências internacionais, o guia traz exemplos clínicos de membros da ASCO. De acordo com o vice-presidente para Ensino da Oncologia da SBOC, Dr. Rodrigo Munhoz, “esse contato com experiências tão diversas fortalece nossa comunidade num momento de grandes incertezas. A iniciativa da ASCO está em consonância com ações da SBOC e certamente irá somar esforços na rotina do oncologista”.

Entre outros temas, o material conta ainda com informações detalhadas sobre:

  • Condução de processos de triagem;
  • Manejo de pacientes sob investigação de sorologia;
  • Controle e prevenção;
  • Recursos e suprimentos;
  • Considerações sobre as instalações físicas;
  • Horário de funcionamento;
  • Planejamento para surto de COVID-19;
  • Protocolos de saneamento;
  • Serviços de apoio;
  • Educação sobre saúde e segurança do paciente;
  • Telemedicina;
  • Radiação;
  • Cirurgias;
  • Estudos clínicos

“Trata-se de um excelente guia que se junta ao material já produzido e difundido pela SBOC para que o oncologista clínico e seus pacientes não se sintam desamparados ao longo da pandemia e do enfrentamento de dois grandes desafios, o câncer e o novo coronavírus”, destaca o diretor executivo da entidade, Dr. Renan Clara.

Acesse o Guia aqui

Fonte: Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica

Última modificação :

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content