Empresa desenvolve tecido que elimina COVID-19

A empresa paulista Nanox em parceira com a FAPESP desenvolveram um tecido com micropartículas de prata em sua superfície capaz de inativar o novo coronavírus (COVID-19). Os testes realizados no laboratório evidenciaram capacidade de eliminar até 99,9% dos vírus em dois minutos após o contato com o tecido.

O tecido é composto por poliéster e algodão, adicionados com dois tipos de micropartículas de prata impregnadas em sua superfície por imersão, seguido por secagem e fixação (processo denominado pad-dry-cure).

Para comprovar a eficácia do tecido, as amostrar foram mantidas em contato direto com o vírus em intervalos de tempos diferentes (dois e cinco minutos), realizados em dois dias e dois grupos diferentes de pesquisadores, analisados por quantificação do material genético por PCR que demonstraram a inativação de 99,9% das cópias do novo coronavírus presente nas células após dois e cinco minutos de contato.

De acordo com os pesquisadores, estas micropartículas podem ser aplicadas em qualquer tecido composto por fibras naturais e sintéticas. A empresa atualmente está testando as micropartículas em materiais plásticos e polímero flexível (semelhante a borracha) para desenvolver equipamentos de proteção individual contra o novo coronavírus.

Fonte: Jornal da USP

Última modificação :

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content